Comunicado de imprensa - Testes gratuitos para reduzir o fosso salarial entre géneros

O fosso salarial entre géneros é um assunto dispendioso. Um fosso salarial de 13 % em Portugal reduz substancialmente o rendimento de uma mulher num período de 30 anos. Para ajudar mulheres, homens e seus empregadores, foram criados dois testes, ou seja, um para empregados e outro para empregadores. Ambos os testes oferecem uma percepção rápida sobre a forma de reduzir o fosso salarial entre géneros.

A escolha da indústria e da profissão causa a maior parte do fosso salarial entre géneros. Além disso, é aconselhável manter atualizada e operacional a capacidade de se obter rendimentos, recorrendo a opções de formação extra. De igual forma, continuar no trabalho aumenta a capacidade de se obter rendimentos. Desisitir do trabalho quando se planeia ter filhos dificulta bastante o regresso a um trabalho bem pago alguns anos mais tarde. Na prática, as mulheres com filhos não só trabalham menos por norma, mas aceitam menos opções de formação extra e por isso têm menos hipóteses de uma boa carreira. Por conseguinte, o aumento do fosso resulta de uma combinação de escolhas. O teste para empregados destaca estas escolhas de carreira.

O teste para empregadores inclui aspetos mais legais. Enquanto empregador, não gostaria de ser acusado de discriminação de géneros.
  • Mas como garantir o pagamento de salários iguais para trabalho igual?
  • Como estar em conformidade com os regulamentos da OIT e da UE?
  • Como evitar o assédio sexual no trabalho?
  • Como evitar ser repudiado como sexista quando uma das suas empregadas está grávida?

Desta forma, o teste de género disponibilizado online pelo Meusalario.pt e pela WageIndicator ajuda os empregadores a evitar erros dispendiosos e situações embaraçosas.


Teste para empregados


Teste para empregadores
Citar esta página: © WageIndicator 2017 - Meusalario.pt - Comunicado de imprensa - Testes gratuitos para reduzir o fosso salarial entre géneros